Se esta obra é de homens, se desfará, mas, se é do Altíssimo, não podereis desfazê-la. (Actos 5:38,39).


"Aquele que deseja conhecer a verdade, deve estar disposto a aceitar tudo o que ela revela. Não pode ter nenhuma transigência com o erro. Ser vacilante e morno para com a verdade, é preferir as trevas do erro e a ilusão satânica." O Desejado de Todas as Nações, (cap. O Sermão da Montanha) pág. 257.

Lê o artigo: "Novas Verdades", (http://1assimdizosenhor.blogspot.com/2011/02/novas-verdades.html
)

sábado, 23 de julho de 2016

O ferro e o barro não se misturam, a união europeia tem os dias contados

O desejo dos britânicos saírem da união europeia, é mais que um desejo, é acima de tudo, o cumprimento da profecia bíblica, a rotura da união europeia. 

"A saída do Reino Unido da União Europeia acontece pelos piores motivos. As consequências terão um impacto devastador. Mas agora hás pouco a fazer quanto a essa decisão, pelo que há que rapidamente seguirmos o que disse o Marquês de Pombal aquando do grande terramoto que devastou Lisboa em 1 de novembro de 1755: sepultar os mortos, cuidar dos vivos." http://expresso.sapo.pt/opiniao/2016-06-24-Uniao-Europeia-o-primeiro-dia-do-resto-da-sua-vida

Palavras de Nicolau Santos do jornal "Expresso" do dia 24/06/2016 que retratam perfeitamente a situação dramática da união europeia. Era impossível impedir a rotura desta união, pois o barro e o ferro não se misturam, nem ligam. Acima das questões políticas, sociais ou económicas que contornem esta situação, está a profecia bíblica do livro do profeta Daniel, bem conhecida dos grandes políticos europeus, certamente.

A união europeia, não é mais do que um projeto humano, arrogante e blasfemo, que se opõe à vontade divina, como aquele da torre de babel, e em muito semelhante a este.

Não há necessidade de comentários à Sagrada Escritura, simplesmente quero citar a profecia, da qual já falei anteriormente e que demonstra com clareza a queda da europa e da "babilónia" moderna:

"E, quanto ao que viste dos pés e dos dedos, em parte de barro de oleiro, e em parte de ferro, isso será um reino dividido; contudo haverá nele alguma coisa da firmeza do ferro, pois viste o ferro misturado com barro de lodo.
E como os dedos dos pés eram em parte de ferro e em parte de barro, assim por uma parte o reino será forte, e por outra será frágil.
Quanto ao que viste do ferro misturado com barro de lodo, misturar-se-ão com semente humana, mas não se ligarão um ao outro, assim como o ferro não se mistura com o barro.
Mas, nos dias desses reis, o Deus do céu levantará um reino que não será jamais destruído; e este reino não passará a outro povo; esmiuçará e consumirá todos esses reinos, mas ele mesmo subsistirá para sempre,
Da maneira que viste que do monte foi cortada uma pedra, sem auxílio de mãos, e ela esmiuçou o ferro, o bronze, o barro, a prata e o ouro; o grande Deus fez saber ao rei o que há de ser depois disto. Certo é o sonho, e fiel a sua interpretação.Daniel 2:41-45 ACF

A união europeia cairá, e desta forma o euro também, e consecutivamente o dólar. Gerar-se-á uma crise económica mundial nunca antes conhecida. No meio desta situação se conhecerá verdadeiramente o rei que tem governado sobre a Europa e o resto do mundo, e que manipula os governantes como marionetes, o papado, o papa, ao qual todos os reis europeus, de uma forma geral, têm estado submissos durante séculos.

Ao papa então será dada a glória da idade media, e de novo actuará como ditador implacável contra aqueles que guardam os mandamentos do Altíssimo (Ap. 12:17).

Quero mencionar ainda a última frase do mesmo jornal mencionado no início deste artigo: 

"Hoje é verdadeiramente o primeiro dia do resto da vida não da Grã-Bretanha, mas da União Europeia. Daqui para a frente, como diz a canção brasileira, tudo vai ser diferente. E tudo vai ser pior."

Firmemo-nos sobre a Rocha de tal maneira que possamos suportar os tempos que se avizinham:

"E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na sua mão direita, ou nas suas testas,
Para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome. " Apocalipse 13:16,17 (ACF)

"E naquele tempo se levantará Miguel, o grande príncipe, que se levanta a favor dos filhos do teu povo, e haverá um tempo de angústia, qual nunca houve, desde que houve nação até àquele tempo; mas naquele tempo livrar-se-á o teu povo, todo aquele que for achado escrito no livro." Daniel 12:1-1 (ACF)

segunda-feira, 4 de julho de 2016

Daniel Spencer, mais um falso profeta ao serviço de Roma

Daniel Spencer, mais um jesuíta infiltrado, trabalhando ao serviço do papa. Um verdadeiro lobo vestido de ovelha, um impostor, um autêntico charlatão, uma espécie de papagaio, uma marionete, um palhaço, o "bobo da corte", entre tantos...

Na verdade é deste tipo de homens que a hierarquia adventista gosta e aplaude, cães que não sabem ladrar, cães que não dão o alarme, atalaias que não tocam a trombeta, nem dão o aviso da aproximação do inimigo, pelo contrário, clamam "paz e segurança".

Homens iníquos, aliados de Satanás, que estão mais preocupados com a honra de uma igreja ou instituição, do que com os princípios do Altíssimo. À semelhança de Walter Veith, apresenta a ideia de que a igreja cheira mal, está cheia de esterco mas, é um lugar seguro. Ideias imundas de homens que se habituaram ao longo dos anos ao cheiro nauseabundo do pecado. Não são o tipo de homens que estejam dispostos a retirar o estrume, o esterco do curral. Afinal de contas eles gostam de viver nesse ambiente.

Na verdade as imundícias da igreja adventista se tornaram tão grandes, que por mais palha que se ponha no curral o cheiro é insuportável, é abominável, a igreja se tornou morada de demónios e covil de toda a espécie de espírito imundo, esconderijo de toda a espécie de ave imunda e detestável. 

A igreja adventista do sétimo dia se tornou babilónia. Não o era nos dias de Ellen White, mas pelas consecutivas alianças que fez com Roma, se tornou, é BABILÓNIA. 

A postura de Daniel Spencer atesta quem é o seu senhor, de quem ele é vassalo. Chamo a vossa atenção para o seguinte vídeo desta mesma pessoa: https://www.youtube.com/watch?v=gY3E2cSpLbA 

A gravata vermelha com que aparece na imagem inicial do vídeo, demonstra claramente quem é, um jesuíta, um inimigo da verdade, servo de Roma.




Os constantes símbolos maçónicos que faz com as mãos, não deixam dúvidas de que é um mercenário, um hipócrita, tendo aparência de santidade, mas cujo interior é uma verdadeira pocilga!













Não está preocupado com a verdade, mas em justificar, em pôr cera nos buracos, pôr o lixo debaixo do tapete, e as fezes e a urina debaixo da cama, em relaxar, em adormecer, em hipnotizar  as multidões imprudentes e desprecavidas.

Conheço-o pessoalmente! Aquilo que apresenta neste vídeo é um verdadeiro reflexo de uma personalidade fraca e falsa. É mais um papagaio, uma espécie de apresentador, e que gosta de comédia, cinema, fantasia, efeitos especiais, sensacionalismo, alguém que gosta de teatro, de ser actor. Não tem verdadeiro fundamento bíblico, os seus argumentos demonstram a fraqueza do seu carácter e da sua obra, e a sua corrupção interior.

Lamento ter de o fazer, mas é meu dever como verdadeiro atalaia de Yahuh denunciar até mesmo alguém que conheço, e que demonstra com clareza de que lado está, do lado do erro, e que não bastando isso se tornou um verdadeiro enganador, uma víbora cujo veneno é mortal.

Saí de Babilónia, saí daquela cidade, daquele povo, daquela igreja que tendo apostatado definitivamente, nada mais lhe resta senão o castigo do Altíssimo, o Seu sopro abrasador, e as Suas pragas. Saí de Yahushalaim, onde a abominação da desolação foi colocada em lugar santo, se não quereis ser destruídos pelos exércitos de Roma, à semelhança do que aconteceu no passado.

Saí e abandonai a igreja adventista do sétimo dia, não seja que as pragas do Juiz Celestial vos alcancem e destruam, antes que seja tarde de mais, e à semelhança dos judeus orgulhosamente confiados na sua justiça, endurecidos, tendo a mente cauterizada, sejais vós e vossos filhos consumidos e destruídos pelos castigos que lhe estão preparados.

Permanecei em vossos lares, tendo a vossa vida em ordem diante do Altíssimo, tendo o sangue de Yahuhshua sobre as vossas portas à semelhança dos hebreus no Egipto, para que as pragas do Todo-Poderoso não vos atinjam.

Assim-seja!


sábado, 25 de junho de 2016

Ao observar a lua, torna-se claro que a terra é de fato plana

Sim, ao observarmos a lua e toda a criação, como verdadeiros estudantes, poderemos chegar a compreender como tudo funciona, e acredito que os antigos chegaram a este ponto. Quanto mais observo, mais claramente entendo que a terra é plana.

Quero partilhar alguns pontos pessoais baseados nas minhas observações da lua nas últimas semanas. 

Em primeiro lugar, ao observar a lua em sua forma de quarto crescente, ou seja, ao observá-la no seu aparecimento a este, do lado de Castelo Branco, e da Espanha, notei algo em que não tinha ainda pensado. Ou seja, o quarto crescente aparece meio na diagonal, um "D" meio deitado. O "D" em sua forma normal só vemos do lado do sul, a meio da noite, entretanto começa a ver-se novamente deitado.

Francamente, se pusermos a cabeça a pensar, se a lua não fosse transparente, como poderíamos ver o quarto crescente ou minguante durante o dia e o resto da lua estar exatamente da mesma cor que o céu?! E as manchas azuis claras da cor do céu?! E o mesmo se dá à noite.



Na verdade, a sua forma é sempre igual ao longo da noite, mas a perspectiva é que é diferente. Dei-me conta que assim como o sol é visto de diferentes perspectivas, nos hemisférios norte e sul, assim o é também a lua. Tendo em conta que no hemisfério norte vemos a lua e o sol a sul, e no do sul vemo-los a norte, então aquilo que para nós, habitantes do norte, indica o quarto crescente, ou seja um "D", para os habitantes do sul é um "C" fechado (ver:http://www.zenite.nu/fases-da-lua/). 

Isto é uma prova infalível de que a terra é plana! Se fosse uma bola então, ainda que a lua pudesse ser vista pelos habitantes do sul a norte, nunca o seria de uma forma diferente daquela em que os habitantes do norte a vêem, pois segundo a ciência está fora da terra e a vários milhares de kilómetros. Na verdade apenas numa terra plana se pode constatar o que acabo de descrever acima.

O nosso raio de visão, em Portugal, alcança o sol e a lua em seus movimentos em cerca de mais ou menos 180°, ou seja mais ou menos 12 horas. No dia 20 de junho, solstício de verão, tivemos cerca de 15 horas de luz, salvo erro. Tendo em conta que a terra é plana podemos entender o porquê de vermos o crescente deitado ao início do seu aparecimento e quando desaparece, descrevendo claramente o ciclo de rotação da lua pela terra.

Por outro lado ao observar este fato deu-me a parecer que aquilo que podemos ver da lua e do sol, parece ser um pequeno disco na horizontal, que devido à distância e altitude em que se encontra de nós, e ao tipo de movimento que descrevem, parecem estar na vertical.

O movimento da lua, por exemplo, varia ao longo do mês. Na lua cheia deste mês de junho reparei que a lua descreveu um movimento celestial semelhante àquele descrito pelo sol durante o inverno, aparecendo mais baixa e distante, pelo qual se pôs bastante cedo, exatamente no lugar em que o sol se põe de inverno. No entanto, já a tenho visto pôr-se mais alta e perto, mais ou menos no lugar em que o sol se põe durante o verão. Ainda a última lua nova foi mais ou menos nesse lugar. 

Neste instante a lua caminha para o minguante e pode-se ver bastante mais alta que a última lua cheia. Isto prova claramente que a lua tem movimentos de rotação variados em cada fase, e em cada mês, produzindo alterações climáticas, e as respetivas estações do ano. Vou procurar estar mais atento, e entender com clareza todos os movimentos do sol e da lua ao longo do ano.

A pergunta que faço é esta,  porquê em grandes altitudes temos temperaturas tão frias, pois então estaríamos mais perto do sol e deveria ser mais quente e não mais frio? Mas os aviões marcam temperaturas negativas, de -40° celcius a 10 km de altitude, mesmo de verão, durante o dia.

Se bem que o sol aquece, a lua esfria, como tudo funciona não sei, mas sei que está escrito:

"Designou a lua para as estações; o sol conhece o seu ocaso." Sl. 104. 19 (ACF)

Será a lua de azoto líquido, por isso refresca e arrefece as noites?! Uma espécie de lâmpada elétrica fluorescente, ou ainda algo que absorva o calor como um frigorífico!?

"E com os mais excelentes frutos do sol, e com as mais excelentes produções das luas." Dt. 33:14 (ACF)

O sol pelo seu calor amadura a fruta, mas e a lua, ou melhor as luas porquê aumentam as produções?!

Distribuem azoto pela terra?! Tem que ver com eletricidade?!

Sei por experiência própria como agricultor que as plantas sempre crescem mais na fase crescente, e o meu bisavô sempre dizia em relação a semear os feijões, "no crescente à tarde".

Para mim ao ler as Sagradas Escrituras mais claro se torna que a lua tem luz própria, completamente diferente da do sol, e com efeitos de igual forma diferentes:

"E apagando-te eu, cobrirei os céus , e enegrecerei as suas estrelas; ao sol encobrirei com uma nuvem, e a lua não fará resplandecer a sua luz." Ez. 32: 7 (ACF)

"E, logo depois da aflição daqueles dias, o sol escurecerá, e a lua não dará a sua luz, e as estrelas cairão do céu, e as potências dos céus serao abaladas." Mt. 24:29 (ACF)

Acredito sinceramente que o Altíssimo abençoará todo o estudante que procura a verdade, esclarecendo-o:

"Mas a vereda dos justos é como a luz da aurora, que vai brilhando mais e mais até ser dia perfeito." Prv. 4:18 (ACF)

Sérgio Ventura
     

sábado, 18 de junho de 2016

Terra Plana no "Late Night Show with Milenko"


Um vídeo bastante esclarecedor.

https://youtu.be/11sr5em3at0

terça-feira, 7 de junho de 2016

Eu vi um avião passar atrás da lua!

De maneira nenhuma podia ficar calado ao presenciar das escadas da minha casa algo tão espetacular, enquanto apreciava a beleza da lua nova.

Ao fim do dia de lua nova, bastante quente, sentado nas escadas, refletia acerca da terra plana, maravilhosa verdade recém descoberta. Tentava raciocinar se a lua se veria exatamente da mesma forma, noutros lugares da terra, por exemplo, Estados Unidos, África do Sul e Brasil. 

Pode parecer estranho, mas na verdade é outra prova de que a Terra é plana. Aqueles que vivem no hemisfério norte sempre veêm o sol a sul, enquanto que aqueles que vivem na chamada zona do equador, ora o veêm a norte, ora a sul, e aqueles que vivem no hemisfério do sul, sempre o veêm a Norte (ver fonte http://zeca.astronomos.com.br/sci/orientacao.htm).

Se a terra fosse esférica, e estivesse a cerca de 150 milhões de km do sol e se este fosse tão grande como dizem, então não o veríamos da maneira como vemos, acima de nós, mas muito perto da linha do horizonte da terra, e o pôr-do-sol seria algo muito diferente, um contraste muito grande entre luz e trevas. Os habitantes da zona equatorial sim que o veriam acima das suas cabeças, pois estariam num plano perpendicular ao sol.

Para entenderem melhor o que estou a dizer, pensem na projeção dos raios solares vindos das nuvens para a terra na vertical. Só no equador se poderia verificar algo semelhante, mas nunca nos hemisférios norte e sul.

Mas deixemos as teorias humanas e vamos ao que interessa!

Sentado, ou melhor, sentados, eu e a minha esposa, vimos, ou seja, duas pessoas viram, duas testemunhas, um avião passar detrás da lua nova, piscou uma luz vermelha dentro do perímetro lunar, com seu lindo contorno, só iluminada na face inferior direita. Essa luz vermelha diminuiu de intensidade ao cruzar a lua, como se tivesse uma cortina à frente, mas continuou a ver-se perfeitamente. A única conclusão que posso tirar, é que a lua é transparente, e possui luz própria, a qual aumenta e diminui dependentemente da fase lunar. Se a lua fosse um refletor ou satélite como lhe queiram chamar, então seria impossível ver a superfície lunar, no caso da lua nova, mais clara que o fundo escuro do céu.

Claro está que se a lua estivesse fora da terra, num espaço longínquo, como poderíamos ver um avião piscar dentro da lua nova, mas sem passar por diante da mesma, na parte iluminada?!!! A luz da lua não poderia ofuscar a passagem do avião caso passasse por diante da mesma, o que não se verificou. Como poderia o avião estar à mesma altura da lua?!!! Muitas coincidências, a teoria da terra esférica é uma farsa total...

Quanto à palavra satélite, interpreto-a como sendo na verdade a soma das palavras satanás e elite. Eles não existem, os satélites, mas sim homens da elite de satanás, e que controlam de facto o mundo inteiro, homens que estão numa posição hierárquica "superior", escravizando os restantes homens.

O ministério da educação, é na verdade um ministério de perversão da verdade e controle das mentes, um subtil instrumento de uma monstruosa ditadura muito bem montada, que escraviza milhares de jovens e crianças, que serão no futuro adultos completamente hipnotizados, autênticas marionetas, ou então, controladores de mentes ao serviço do sistema... 

Isto sucedeu hoje mesmo, 7 de junho, 3° dia da lua nova, às 22:05 no meu telemóvel, região de Castelo Branco, Portugal. Diria que o avião fosse de Lisboa para a França ou Suiça, pois já fiz esse percurso algumas vezes. 

Aquilo que cada um de nós consiga observar vale mais que 1000 palavras ou teorias, por isso estejam atentos, de olhos abertos para a realidade e comprovem por voçês mesmos a simples verdade. 

Meditem no texto seguinte: 

"Aquele que estendeu a terra sobre as águas; porque a Sua benignidade dura para sempre." Sl. 136:6 (ACF).

Estender é um verbo que claramente se entende como espalhar algo  sobre uma superfície plana. Contrariamente ao que diz a ciência a terra está fixa sobre as águas num plano horizontal, e nem sequer se poderia supor ou conceber de outra maneira, caso contrário, discutimos coisas abstratas e absurdas que não se podem comprovar; não sobre um globo, ou terra, cujo interior arde completamente.

Existem de facto zonas bastante quentes debaixo da terra, onde os elementos se acham fundidos, resultantes do dilúvio universal mencionado em Génesis (7:10), e bastante associadas aos vulcões. Mas o mais normal ao escavarmos a terra ou ao fazerem-se furos  é na verdade encontrar água e não fogo!!!

Sérgio Ventura







segunda-feira, 9 de maio de 2016

Algumas provas pessoais de que a terra é plana

Facilmente, podemos captar imagens do sol ou da lua com nuvens atrás, ou reparar noutros detalhes que provam que a terra é, evidentemente plana.

A foto seguinte tirada de manhã bem cedo, desde a varanda da minha casa, há umas poucas semanas atrás, tendo uma floresta de pinheiros por diante, demonstra com clareza que o sol está dentro do planeta e não fora como a falsa ciência ensina. Podeis reparar num programa para trabalhar as imagens que a nuvem do lado posterior esquerdo vai diminuindo, passa detrás do sol e torna a aparecer. Ao contrário, as pontas dos pinheiros, e algumas pequenas pontas de nuvens, que estão por diante do sol podem ver-se.



Se na verdade a terra fosse esférica, deveriamos pesar mais durante o dia e menos de noite. Esta é uma conclusão pessoal que quero partilhar. Tendo em conta os movimentos de rotação e translação da terra, apresentados pela falsa ciência, girando em torno de si mesma e do sol temos que existem em todo este processo forças centrífugas, que impulsionam tudo para fora.

Desta forma durante o dia além da suposta força da gravidade, nos atrair para a terra, teríamos ainda a  brutal força centrífuga do movimento em torno do sol, impulsionando-nos contra a terra, o que é completamente ridículo. Na verdade pesamos sempre o mesmo!

Quanto à força gravítica da terra, a qual eu não acredito existir, como é que ela tem suficiente força como para reter oceanos, mares, lagos,  rios em seu movimento de rotação de mais de 1500 km/hora, e não consegue impedir a formação de tsunamis ou de marés?!!!!!

Por outro lado, existe uma prova clara, conclusão de um familiar meu, para a falsidade das fotos da Terra feitas pela NASA. Elas sempre surgem com um fundo negro, no entanto seja de dia ou de noite, nunca se vê o brilho do sol, seja por detrás ou de lado, cujos raios deveriam difundir-se amplamente por toda a galáxia.

Sérgio Ventura


A ansiedade é cega, e não pode discernir o futuro; mas o Filho do Altíssimo vê o fim desde o começo. Em toda dificuldade tem Ele um caminho preparado para trazer alívio. Nosso Pai celestial tem mil modos de providenciar em nosso favor, modos de que nada sabemos. Os que aceitam como único princípio tornar o serviço e a honra do Altíssimo o supremo objetivo, hão de ver desvanecidas as perplexidades, e uma estrada plana diante de seus pés. (DTN, pág. 273).


"Conquanto Yahuh possa ser justo, e contudo justifique o pecador pelos méritos de Seu Filho, nenhum homem pode trajar-se com os vestidos da justiça de Yahushua, enquanto praticar pecados conhecidos ou negligenciar deveres conhecidos. O Altíssimo requer a completa entrega do coração, antes que a justificação tenha lugar; e a fim de o homem reter a justificação, deve haver contínua obediência, mediante fé viva e ativa que opera por amor e purifica a alma." - Review and Herald, 4 de novembro de 1890.







Os profetas e os apóstolos não aperfeiçoaram o carácter cristão por um milagre. Eles usaram os meios que YAHUH colocou ao seu alcance, e todos os que empreenderem um esforço semelhante assegurarão um resultado semelhante. (Spirit of Prophecy, vol. IV, cap. 22, pág. 305).


Precisam-se...

"A maior necessidade do mundo é a de homens - homens que se não comprem nem se vendam; homens que no íntimo da alma sejam verdadeiros e honestos; homens que não temam chamar o pecado pelo seu nome exato; homens, cuja consciência seja tão fiel ao dever como a bússola o é ao pólo; homens que permaneçam firmes pelo que é reto, ainda que caiam os céus."


Ellen White, Educação, pág. 57.




É intuito do Pai Celeste preservar entre os homens, mediante a observância do sábado, o conhecimento de Si mesmo. Seu desejo é que o sábado nos aponte a Ele como o único Soberano verdadeiro, e pelo conhecimento dEle possamos ter vida e paz. Ellen G. White, 3 TS, 16 (1900), Eventos Finais, 68.